Quinta-feira, 6 de Outubro de 2011

QUE SE ACABE ESTA DEMOCRACIA

Que se acabe esta Democracia e se reponha outra no seu lugar. Outra, com cara lavada e gestos transparentes, responsáveis e responsabilizáveis.

 

Estou farto desta Democracia! Cheira  a mofo, corrupção,  irresponsabilidade, compadrio,  impunidade e mediocridade reinante.

Disfarçados de Democratas, os algozes do meu País subverteram os princípios que devem nortear um Estado de Direito digno desse nome e estatuto. Jogaram ao lixo a riqueza de séculos da nossa história transformando um País respeitado e respeitador num mero pária de mão estendida, sujeitando-se aos caprichos dos abutres  da finança que apressam o colapso total para  terminarem o banquete.

 

Que raio de governantes permitiram que todos os sectores da vida Nacional estejam desmotivados ou em vias disso? Pergunte-se às forças de segurança, às forças armadas (nos seus vários ramos), ao sector da saúde pública, ao sector do ensino, ao funcionalismo público e ao povo em geral representado pelos trabalhadores, agricultores, comerciantes e industriais se se sentem motivados a continuar a fazer esforços para manter o actual "status quo".

 

 Existem dívidas ao Estrangeiro, às forças armadas, à polícia, à GNR, ao sector da saúde, aos hospitais, às autarquias, exauriram-se fundos de pensões de algumas entidades públicas e, continuamos numa ignorância da verdadeira dimensão do passivo do País, já que, nos números astronómicos da dívida que nos apresentam, não contam (salvo melhor opinião) as dívidas das autarquias. Nem os Bancos escapam a esta maré de dividas, tendo por pano de fundo a falência.

 

Afinal, onde foi parar tanto dinheiro? Onde estavam os organismos responsáveis pelo controlo e fiscalização das contas públicas, mormente o Tribunal de Contas e o Banco de Portugal? Porque não são responsabilizados por acção e omissão os autores de tamanha delapidação dos dinheiros públicos e os que deveriam ter exercido o controlo dos gastos desses dinheiros?

 

Nos anos posteriores à República, o delírio de políticos irresponsáveis (e tal como hoje irresponsabilizáveis) levou ao esgotamento dos cofres públicos e à humilhação sofrida de, para obter um empréstimo da Sociedade das Nações ser exigido o controlo por esta, das receitas das nossas alfandegas.

Esta afronta levou a que fosse chamado à pasta das finanças públicas o Prof Salazar, que, contrariamente ao apregoado pelos medíocres do costume, foi aceite pelo povo que, finalmente via uma réstia de esperança e orgulho na salvação das finanças públicas sem o recurso a empréstimos humilhantes. O sacrifício foi grande mas valeu a pena.

 

Infelizmente, hoje, a humilhação é ainda maior, pois perdemos soberania consentindo que estrangeiros nos imponham modelos de governação a seu belo prazer, e ainda nos cobrem juros usurários.

 

Esta democracia eu não quero; quero sim Justiça, Paz, Pão, Dignidade e um País livre onde possamos viver sem a humilhação de sermos considerados párias europeus.

SOU PORTUGUÊS, HONRADO, E NÃO TENHO RESPONSABILIDADE PELO OCORRIDO.

 

 

 

publicado por etario às 20:47
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. ...

. PRIVATIZAÇÕES

. A BEM DA NAÇÃO

. FEUDALISMO

. ORDEM DOS ADVOGADOS

. DARDOS/HIPOCRISIA

. INCÊNDIOS

. Dardos

. POBRE POVO

. Respeito

.arquivos

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds