Domingo, 8 de Agosto de 2010

UTOPIA

Recupero aqui uma visão futeboleira para fazer uma axiologia com a política. Política nacional e autárquica.

 

Quer dizer, os políticos que militam "outros gravitam" na esfera ideológica dos partidos, "cada um defendendo de per se, essa ideologia e, procurando sempre que possível disso colher dividendos pessoais, fazendo dessa possibilidade a razão única da sua militância," prestariam um serviço público de excelência ao País se esquecessem o que os divide  e sublimassem o que os, e nos une, "O DEVER E AMOR PÁTRIO"

 

Recorde-se que, em cada formação política do nosso País existem políticos de excepcional qualidade, mas que, individual e isoladamente nãO são suficientes para implementar e desenvolver as soluções que atenuariam ou resolveriam a crise que nos assola.

 

É que, os partidos que isoladamente ou em coligação fazem parte dos governos, por cada medida que pensam implementar, ou implementem por força de uma maioria na assembleia, sempre terão a oposição (por vezes descabida) dos outros políticos que do Governo não fazem parte. E, como se disse, estes políticos "ora" oposicionistas são igualmente muito bons na argumentação e quiçá demonstração, da inutilidade dessas medidas, ou seja, só porque não é o seu grupo parlamentar a apresentar essas medidas, então, mesmo que as ditas sejam importantes e fundamentais para o País há que demonstrar, por vezes artificiosamente, a inutilidade das mesmas.

 

Então porque não fazer uma selecção de políticos!

Tal como no desporto, mormente o futebol, porque não Se faz uma selecção dos melhores políticos, de entre os partidos, e se forma com esta selecção um Governo?

 

Uma vez seleccionado o, ou os políticos que fariam parte da selecção, os dirigentes dos partidos que haviam dado à selecção esses elementos não seriam tidos nem havidos nas orientações governativas. Assim, esquecer-se-iam as diferenças ideológicas e trabalhariam em prol do objectivo comum, "bem governar Portugal".

 

É isto que, fazem os jogadores dos diversos clubes que, durante os campeonatos competem entre si mas, quando chamados à selecção, esquecem essas rivalidades clubistas e dão EM CONJUNTO o seu melhor na defesa das cores Nacionais.

 

Esta abordagem é naturalmente utópica, mas, creio sinceramente que resultaria, tanto no Governo como especialmente na governança da coisa autárquica pois que, aí a escassez de valores é maior e está igualmente dividida.

 

publicado por etario às 12:24
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De carlos bento a 9 de Agosto de 2010 às 18:20
Se eu fosse seleccionador faria a minha lista assim:
Fatima Felgueiras, Isaltino de Morais, Adelino Ferreira Torres, Valentim Loureiro, Jose Socrates,
Mario Soares & Filho, Candida Almeida,
(recem -laureada) J.N.Pinto da Costa, Dias Loureiro , Vitor Constancio e Armando Vara , nao ponho mais porque o meu teclado partiu e estou apressado, para fazer mais dinheiro para pagar os impostos a que sou obrigado.


De etario a 10 de Agosto de 2010 às 13:02
Pois é snr . Bento; mas não reparou que o autor do post falou em políticos excelentes e, nos constantes da sua selecção apenas constam nomes que a opinião pública sabe não pertencerem a esse lote.
Viu-se claramente o tom brincalhão da sua selecção, maS NÃO ESQUEÇA QUE: ATÉ PROVA PROVADA, O ARGUIDO É SEMPRE UM PRESUMIVEL.


De carlos bento a 10 de Agosto de 2010 às 20:06
Ate' prova en contrario, sao excelentes polticos, por exemplo Isaltino de Morais foi reeleito ? A forma benevolenta como todos sao desculpados, nao facilita a evolucao para um sistema minimamente serio e transparente. Nao estou so' a falar do PS, mas de toda a catedra de vampiros sanguinolentos que infestam a Assembleia, por culpa de quem, nao e' sobejamente iluminado para descernir, que quem desempenha um cargo publico , deve faze-lo com o maximo de seriedade. Quando o desempenho e' mau, normalmente so' acontecem por duas situacoes: Incompetencia ou corrupcao, ja' que estas duas sao um par inseparavel.
No caso da clinica algarvia, ainda nao ouvi ninguem, ninguem,procurar saber porque motivo a clinica funcionava sem licenciamento. Nao ha' responsaveis? Onde esta' a Ordem dos medicos, SNS, Camara Municipal, e outras autoridades fiscalizadoras, porque razao, vai mais uma vez o dinheiro dos meus impostos pagar pela incompetencia?


De Paulo Paz a 10 de Agosto de 2010 às 09:14
Existem políticos e políticos.
Se do ponto de vista local um dos exemplos a seguir é de longe o Sr. Alberto João Jardim, manda na ilha, quando quer ‘bate no PSD ou no PS’, chama cubano a quem não o segue e foi a única pessoa que me lembro que tratou por Sr. Silva ao Prof. Cavaco Silva quando momentaneamente não concordou com ele.
Uma coisa é certa é a único politico no país que teve capacidade de reconstruir rapidamente a Madeira depois do Terrível catástrofe que se debruçou sobre a ilha. Ainda não voltei ao Funchal desde o ano passado, estou curioso por ver o trabalho desenvolvido.
Podemos não gostar do estilo, mas temos de dar o mérito a quem trabalha condignamente na defesa da sua terra.
Infelizmente temos de recuar ao Marques de Pombal para conseguirmos encontrar um político que agradou a gregos e a troianos, mas também pode servir de exemplo que uma visão de futuro não fica esquecida, e os políticos actuais devem procurar estas soluções de futuro rapidamente, porque apenas unidos como os dedos de uma mão conseguimos resolver os problemas do país.

Paulo Paz


De etario a 10 de Agosto de 2010 às 14:23
Goste-se ou não do estilo de governação, o Dr. J.Jardim é o homem certo no lugar certo. A confirmação tem sido dada pelos resultados eleitorais. Contudo, o Continente não tem que suportar as fanfarronadas do "soba da MADEIRA ", já que, como é sabido, o comportamento do dito é equivalente ao de menino rico com o dinheiro do PAPÁ. Infelizmente, a mãe natureza deu-lhe uma lição para que de futuro seja mais comedido nos seus arrufos independentistas, pois que, como ficou provado, sem a ajuda do Continente, o Snr Jardim teria passado por um aperto político que já há muito precisa. Os meus sentimentos de respeito e admiração aos Madeirenses pela excepcional capacidade de ultrapassagem da calamidade que os afectou.


De carlos bento a 10 de Agosto de 2010 às 20:15
Quando se falta tanto em falta de honestidade, profissionalismo, transparencia e do enriquecimento ilicito, tenho a certaeza que o Alberto Joao Jardim, tem andado bem vigiado nesse sentido, sem todavia que alguem lhe possa ter tocado, sera' por isso meu caro que que ele e' o rei da Madeira? Podem-se contar pelos cinco amigos que tenho na ponta da minha palma, aqueles que nao incorreram em devaneios obscuros, nessa terra que tanto heroi e malandrim criou e lhe chamaram (contnente)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. ...

. PRIVATIZAÇÕES

. A BEM DA NAÇÃO

. FEUDALISMO

. ORDEM DOS ADVOGADOS

. DARDOS/HIPOCRISIA

. INCÊNDIOS

. Dardos

. POBRE POVO

. Respeito

.arquivos

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds