Domingo, 1 de Novembro de 2009

O sistema está esgotado

Dizia-se do Estado Novo! O sistema está esgotado, cairá de maduro. Actualmente, há quem diga que o actual sistema está esgotado, já não tendo nada a dar. Mas, será que é assim?

Ora vejamos:

a) Se,"por sistema", se entender os actuais modelos de governação económica na União Europeia, haverá que individualizar cada um de per si e estabelecer as devidas diferenças existentes.

 

b) Mas, se atendermos ao actual paradigma de organização e orientação económica, então aí, já existirá um termo de comparação generalista; quer dizer, os Países da União Europeia, na sua maioria, têm sistemas de orientação económica baseados no neo liberalismo que  assenta na livre concorrência, da oferta e da procura.

 

c) Aqui chegados, importa aclarar alguns pontos que  tornam a oferta e a procura, não tão livres como teóricamente se possa imaginar .

 

1º) Existe igualdade entre a oferta de um pequeno fabricante e a de um gigante que fabrica o mesmo produto? E, os dois geram emprego.

 

2º Existe igualdade, quando um determinado grupo económico é beneficiado pelo dumping com a finalidade única de esmagar um concorrente?

 

Poder-se-ia continuar a lista de desiguldades quase até à saciedade, mas, basta a confirmação das enormes injustiças sociais geradas por essas desiguldades para se constatar que o sistema está esgotado.

 

Dirão os legalistas: mas existem as leis de controlo do fenómeno (vulgo DIREITO ECONÓMICO) que têm a finalidade de, entre outras. obstar à prática de actos que não estejam estritamente dentro da legalidade. A isso, responderão os que sofrem na pele as consequências da concorrência dos grandes grupos económicos; A lei, se existe, é olimpicamente ignorada por quem de direito, ou seja, pelas tutelas, permitindo que esses gigantes continuem a semear o desemprego e a desigualdade social, tornando uns poucos, cada vez mais ricos, e a maioria, cada vez mais pobre .

 

 

Se não for travada a gula destes gigantes, e não for feita uma redistribuição equitativa da possibilidade de trabalhar e gerar os meios, de molde a que cada um tenha direito à sua existência digna, então, é seguro que as desordens sociais serão uma realidade muito próxima.

Ao ficar tudo como está, não restam dúvidas, de que o sistema está esgotado.

 

 

publicado por etario às 17:41
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. ...

. PRIVATIZAÇÕES

. A BEM DA NAÇÃO

. FEUDALISMO

. ORDEM DOS ADVOGADOS

. DARDOS/HIPOCRISIA

. INCÊNDIOS

. Dardos

. POBRE POVO

. Respeito

.arquivos

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds