Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

natal amargo

Se algo nos corre de feição logo o nosso semblante retrata essa condição.Quer dizer, o rosto é o espelho da alma. Essa alma --- ou aura, como também se diz-- embora metafísica está omnipresente em toda a nossa existência, e, há quem diga, depois dela. O contrário também é um facto, ou seja: se algo nos corre mal, isso também transparece fácilmente no semblante, que fica pesado e triste.

É com o semblante pesado e triste que todos andamos e com a interrogação constante no subconsciente; mas afinal que fizemos de mal para de um momento para o outro nos encontrarmos perante uma situação de crise generalizada em que o espectro do desemprego e a fome espreitam cada vez mais descaradamente? Se não trabalhei menos, se não gastei mais, se procuro economizar cada centimo, porquê então devo suportar uma crise de que não sou responsavel?

A resposta  é facil! A razão não está no que fizemos, mas sim no que não fizemos.

Ao irmos às urnas legitimar um governo (não importa qual)estamos a contribuir para um processo político que deveria ser transparente,  honesto e respeitador dos interesses de todos os cidadãos,  mas, lamentavelmente, os politicos têm outra visão de democracia e, uma vez instalados no aparelho de Estado esquecem por completo as promessas feitas aos eleitores e tratam de governar em sintonoia com os seus interesses pessoais e partidários protegendo-se mutuamente. E não se pense que o fenómeno é só Português! Por toda a Europa comunitária e não só, a pouca vergonha é idêntica. Aí está a razão da crise! A falta de vergonha e a desonestidade  dos políticos nos Governos (salvo as excepções) que em compadrio com os financeiros criam e aprovam

legislação que permite que uns poucos tenham uma meteórica ascenção financeira em detrimento dos cidadãos que honestamente trabalham e pagam os  impostos com que descaradamente se empanturram.

´Que poderá fazer o Povo! É fácil; saír à rua e dizer alto e bom som, que com politicos como estes não são necessários inimigos e, em proximos actos eleitorais ir às urnas e votar em branco mostrando a esta ralé o despreso que merecem.

Que legitimidade moral têm os governadores dos bancos centrais par continuar em exercício depois de se saber que não cumpriram as suas funções de inspecção e correspondente sanção aos infractores(também chamados esbulhadores). Porque razão mais uma vez se protegem descaradamente fazendo de conta que nada aconteceu? Porque não se prendem todos os responsáveis? Porque não se exerce o direito de regresso em relação às fortunas que fraudulentamente acumularam? Porque não se demitem os responsaveis que deram mostras de irresponsabilidade? Porque aporcalham a Democracia?

O que o povo ainda não fez foi dizer basta; basta de impunidade, corrupção, compadrio e prepotência.

Haja a coragem de dizer que estamos fartos de pagar uma crise para a qual não contribuimos e da qual não se sabe as verdadeiras consequências; que nos sentimos a pagar um crime que não cometemos.

Cuidado Snrs politicos! Há muita gente com saudades de ordem, respeito e honestidade de governação.

Tenham um bom Natal.

 

 

publicado por etario às 19:12
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. ...

. PRIVATIZAÇÕES

. A BEM DA NAÇÃO

. FEUDALISMO

. ORDEM DOS ADVOGADOS

. DARDOS/HIPOCRISIA

. INCÊNDIOS

. Dardos

. POBRE POVO

. Respeito

.arquivos

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds