Sábado, 12 de Julho de 2008

ao acaso

Hoje não sei sobre que escrever! Se sobre política, futebol, direito ou o amor; sobre política está decidido que não, já que, inevitavelmente teria de falar de coisas desagradáveis, pois as agradaveis são bem poucas e dificeis de encontrar. Sobre futebol nem sequer me atrevo a ditar pitada pois sou uma perfeita nulidade na matéria e teria que inevitavelmente referir-me à inveja que me causa os milhões que auferem mensalmente e, nalguns casos diariamente sem terem que fazer algo mais, do que dar uns pontapés na bola. Mais ainda, pelos contratos super milionários que fazem, por norma, não são incluídas clausulas penalizadoras se os resultados previstos não vierem a ser alcançados. Veja-se o recente contrato do Prof. Carlos Queiroz que vai custar ao Estado Português, ou à Federação (lá estou eu a demonstrar a minha nulidade em futebol) um milhão e meio de euros por ano, e que se conste não há nenhuma clausula que subordine esse vencimento à obtenção de um resultado vitorioso. É pois, sem apelo nem agravo, qualquer coisa como mil contos por dia de ordenado e sem ter a obrigatoriedade de apresentar resultados ou ser vencedor deste ou daquele trofeu! Tem razão o meu amigo engenheiro, que  sendo um quadro altissimamente competente dirige uma instituição do Estado (o mesmo patrão de Carlos Queiroz) que se não obtiver os resultados previstos é posto no olho da rua e, tudo isto,por um vencimento que não chega aos quinhentos contos por mês. E o médico cirurgião que leva a existência a salvar vidas, e ao minimo descuido é posto em tribunal por negligência e, por cujo trabalho e responsabilidade recebe do mesmo patrão de Queiroz (ou a Federação não é tutelada pelo Estado; se não, desculpem a ignorância mas pelos acontecimentos recentes dá a ideia que sim)  seicentos contos por mês. Mas o futebol é isto mesmo e até um leigo como eu, se atreve a botar falação sobre assunto que desconhece; por isso, termina aqui a referência ao futebol. Sobre Direito, hoje fico-me entre barreiras (como se diz na gíria taurina)que é como quem diz, quedo e mudo já que de seca bastaram os posts anteriores. Finalmente fica o amor : ah o amor, esse sentimento que nos invade de mansinho ou avassaladoramente sem se fazer anunciar e sem reservas se instala no mais intimo do nosso ser. Sobre este sentimento, todos têm uma palavra a dizer! Mesmo os que pensam que não, directa ou indirectamente já foram tocados por ele numa das imensas  formas em que se manifesta. Mas, a mais sublime de todas  é a que nos faz sentir uma necessidade da presença do ser que origina esse sentimento, a emoção de sentir as vibrações mesmo quando ausente, e sobretudo, a imensa capacidade de dar sem nada esperar em troca. Que estranha e doce sensação se instala quando se vislumbra o ser amado; nem que seja somente um momento fugaz ou uma troca cumplice de olhares percorre-nos um frémito de felicidade, de quase extase que palavra alguma terá força suficiente para descrever. Do amor dos poetas nos fica a sensibilidade dos seus versos, mas a grandeza do amor não pode ser cantada, tem de ser vivida nas suas expressões mais variadas  e por cada um de per si.

Que se viva pois o amor.

publicado por etario às 23:54
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. ...

. PRIVATIZAÇÕES

. A BEM DA NAÇÃO

. FEUDALISMO

. ORDEM DOS ADVOGADOS

. DARDOS/HIPOCRISIA

. INCÊNDIOS

. Dardos

. POBRE POVO

. Respeito

.arquivos

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds