Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

AUTARQUICAS 2009

Por norma abstenho-me de emitir opinião acerca do perfil dos candidatos a candidatos aos orgãos das autarquias do meu Concelho. Tenho que isso é, ou deveria ser, uma preocupação das forças políticas que os propõem. Porém, desta vez, excepcionalmente, o meu dever de cidadania impõe-se ao tradicional deixa andar tão típico da nossa terra, ou seja; uma maioria, por omissão (leia-se abstenção)delega numa minoria o divino "dever/direito" de governar a autarquia de acordo com a sua soberana vontade.

Revisitando conceitos filosóficos de delegação de poderes seremos levados necessariamente ao conceito pré-histórico da delegação de poder no elemento da comunidade que entre os seus pares se destacava pelo poder físico e destreza de manejo de armas. Este conceito baseava-se na crença  de que Deus ao criar o Mundo deu tudo a todos,(todos os seres) só que, na realidade, uns só possuiam as coisas enquanto outros mais fortes não se apoderassem delas. Nesta correlação de forças,  o homem estava  no topo dessa cadeia hierarquica, mas o homem é lobo do homem, e assim sendo, o homem comum, só era dono das coisas enquanto o mais forte delas se não apoderasse. Nasceu assim a necessidade de abdicar de algumas coisas em favor do soberano (o mais forte) em troca da segurança oferecida por este na manutenção da posse de outras. Houve pois uma delegação de soberania ou de poder originário.

Verdade se diga, que já não estamos na pré-história, nem tão pouco em épocas medievais, mas somos forçados a trazer à colacção estes conceitos que, com as necessárias adaptações ainda perfeitamente se encaixam nos tempos actuais.

Assim, salvo as excepções, actualmente o conceito de mais forte deixou de ser representado pela força física, pela nobreza de caracter, pela rectidão de procedimentos e justiça nas decisões; outro sim, passou a ser representado pela esperteza "xico espertismo", pela baixeza de caracter, pela sordidez de jogadas subterrâneas,  troca de favores políticos, traições inter pares e promessas de vendetas.

Os anteriores Soberanos escolhiam para os ajudar na governação os mais audazes  justos e habeis, para que, na falta ocasional do soberano, a governação continuasse ao mesmo nível.

Hoje, os novos soberanos escolhem para os ajudar não os mais audazes e hábeis mas sim os ineptos, para que não lhes possam ofuscar a douta governação; mais, para que, no caso de sucessão,  não possam apresentar obra de mais valia quando comparada com a do Soberano cessante.

 

Pois bem; Os candidatos a candidato "Soberano" (leia-se cabeças de lista) que serão eleitos com os votos de uns e a indiferença (omissão/abstenção) de outros têm o dever de se rodear daqueles que lhes pareça mais aptos ao desempenho das funções, e não daqueles que por ignorância ou seguidismo se limitam a gravitar numa órbitra de governação sem jamais terem voz activa, seja no que seja.

Concluindo: Gostaria que os candidatos a candidatos do meu Concelho se apresentassem rodeados de gente capaz de exercer a governação pela governação, pelos superiores interesses do Concelho e sem obediências a qualquer clientelismo politico ou vendeta de faca na liga. Estes candidatos, jamais deveriam esquecer que, um soberano eleito sem a participação maioroitária dos subditos, não tem legitimidade moral para exercer a governação.

 

Nota:1º-conceito filosófico de delegação de poderes (Thomas Hobbes)TEIXEIRA, António Braz, in "sentido e valor do direito"pag.179 e seg.

Nota 2º- Definição de cadeia hierarqica de poderes originários; CAMPOS,Diogo Leite de,- in, Nós. Almedina Coimbra.

 

publicado por etario às 21:32
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Carlos Bento a 5 de Agosto de 2009 às 23:03
Que mais ha ' para comentar se verdade nua e crua ja ' foi exposta de tal modo que me corroe as entranhas, deixando-me aqui, caido de raiva incapaz de poder fazer algo para alterar o rumo de um fim previsto.
Bem haja quem ainda pode gritar alto .
Obrigado amigo


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. ...

. PRIVATIZAÇÕES

. A BEM DA NAÇÃO

. FEUDALISMO

. ORDEM DOS ADVOGADOS

. DARDOS/HIPOCRISIA

. INCÊNDIOS

. Dardos

. POBRE POVO

. Respeito

.arquivos

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds